Programa da Afubra, dia 30 de agosto de 2014

No programa deste sábado, o presidente Benício Albano Werner traz uma síntese das análises feitas entre as entidades representativas dos produtores e membros de diversas indústrias fumageiras. Os encontros individuais ocorreram nos dias 26 e 27 deste mês, em Santa Cruz do Sul.

Programa 30-08-2014 parte 1

Programa 30-08-2014 parte 2

 

Produção e edição:
Elpídio Jair Iser,
Departamento Comunicação Afubra


Professores debatem educação rural em Rio Pardo

Cerca de 80 professores de 18 escolas dos municípios de Rio Pardo, Passo do Sobrado, Santa Cruz do Sul, Sinimbu, Vale do Sol e Vera Cruz, reuniram-se na hoje (29), no Centro Regional de Cultura de Rio Pardo, para o Seminário Regional de Educação Rural, da Região de Atuação Santa Cruz do Sul, do Projeto Verde é Vida, da Afubra. O objetivo dos seminários – que ocorrerão em todas as RAs do Projeto, nos três estados do Sul do Brasil – é redigir uma Carta de Intenções que irá nortear os trabalhos do Projeto Verde é Vida, programa de ação socioambiental da Afubra, no tocante à Educação Rural.

A abertura do encontro foi realizada pela secretária de Educação de Rio Pardo, Maria Rosane Quilião Kilian Raabe, que destacou a importância do Seminário pela motivação, discussão e troca de experiências. “Temos que despertar o jovem para permanecer no campo. Se todos vierem para a cidade, o que será do meio urbano. Precisamos fortalecer a agricultura familiar”, enfatizou a secretária. Ao finalizar, ela ainda destacou que a parceria com a Afubra é importante para os municípios que têm escolas rurais, para a manutenção do jovem no campo.

Secretária de Educação de Rio Pardo, Maria Rosane Quilião Kilian Raabe (crédito: Luciana Jost Radtke/Afubra)

Para o gerente de Assuntos Corporativos da Afubra, engenheiro agrônomo Marco Antonio Dornelles, o Projeto Verde é Vida, em suas ações e parcerias, discute os problemas do setor rural, e a educação rural é tema de grande importância. “Temos números que mostram que, hoje, na agricultura familiar, muitos não têm sucessão, os filhos já saíram ou vão sair da propriedade. A economia do país depende do setor agropecuário, É ele a engrenagem que impulsiona todos os outros setores”, disse Dornelles. Ele ainda destacou que a educação rural precisa ser debatida e que, algumas escolas e municípios já fazem este papel de manter uma educação diferenciada. “Precisamos fortalecer e aumentar essas ações. E os professores são a ferramenta principal nesta discussão e ações”, finalizou.

Gerente de Assuntos Corporativos da Afubra, engenheiro agrônomo Marco Antonio Dornelles (crédito: Luciana Jost Radtke/Afubra)

A palestra do Seminário foi realizada pelo presidente do Sicredi Vale do Rio Pardo e produtor rural, Heitor Álvaro Petry, sob o tema Educação Rural: convivência familiar e orientações para a manutenção do jovem no campo. Petry abriu a palestra com duas perguntas: Por que o jovem deve ficar no campo? e por que o jovem sai do campo?. Ao falar sobre o tema, lembrou que são diversos os fatores que fazem sair e que podem manter o jovem no meio rural. “Qualidade de vida, políticas públicas, convivência familiar, educação rural e outros. São vários os fatores e são vários os responsáveis pela sucessão rural: poder público, entidades, empresas, sociedade”, disse Petry, finalizando dizendo que “sonhamos, quando nos desligamos do mundo real. Precisamos acreditar no mundo do sonho e alimentar a nossa mente com nossos sonhos. Precisamos ter coragem para agir pelo nosso coração. Precisamos ser entusiastas para que possamos agir para as coisas acontecerem”.

Palestra de Heitor Álvaro Petry, sob o tema Educação Rural: convivência familiar e orientações para a manutenção do jovem no campo (crédito: Luciana Jost Radtke/Afubra)

Na parte da tarde, possíveis ações voltadas à Educação Rural foram debatidas e foi redigida a Carta de Intenções. Nesta, destacam-se: maior envolvimento das mantenedoras com as escolas; desenvolver o empreendedorismo nos alunos; despertar o interesse do aluno pelo conhecimento; contemplar os interesses dos alunos nos planos de estudos das escolas; capacitação dos professores para a educação rural; conhecer a realidade dos alunos; envolver a família com a escola.

REVISTA VERDE É VIDA
Durante o Seminário de Educação Regional também foi entregue a sexta edição da Revista Verde é Vida. Criada para divulgar os trabalhos realizados pelas escolas parceiras, nesta edição, a novidade são textos que mostram três municípios produtores de tabaco e parceiros do Projeto.

 
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra


Koloniefest de Monte Alverne será sábado

A escola Monte Alverne promove amanhã, sábado, 30 de agosto, a sua Koloniefest – Festa da Colônia – de 2014. O tema Revisitando a Cultura Alemã estará presente em toda a programação, que inicia às 9h, com celebração ecumênica, em frente a Igreja Evangélica, seguida de desfile típico. Ainda antes do almoço, haverá homenagem pelo aniversário da escola. Na parte da tarde, apresentações artísticas e jogos germânicos. Haverá durante todo o dia tenda de artesanato e de produtos da comunidade, praça da alimentação de culinária alemã, distribuição de erva mate, sarau dançante, pescaria e brechó. O encerramento da Koloniefest será às 15h.


Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra


Seminário sobre Educação Rural reúne professores em Arroio do Meio

A Casa de Cultura da Linha Forqueta, interior de Arroio do Meio, sediou hoje (28) o Seminário de Educação Rural da Região de Atuação Venâncio Aires, do Projeto Verde é Vida, programa de ação socioambiental da Afubra. Cerca de 50 professores de nove escolas parceiras dos municípios de Arroio do Meio, Boqueirão do Leão, Mato Leitão, Sério e Venâncio Aires, estiveram reunidos para debater e redigir uma Carta de Intenções que irá nortear os trabalhos do Projeto Verde é Vida.

Coordenador do Projeto Verde é Vida, Adalberto Sidnei Huve (crédito: Luciana Jost Radtke/Afubra)

A abertura do encontro foi realizada pelo coordenador do Projeto Verde é Vida, Adalberto Sidnei Huve, que destacou os ótimos resultados obtidos com todas as comunidades, em especial, a Linha Forqueta. “Se a parceria com as prefeituras, escolas, professores e alunos, o Verde é Vida não teria sucesso”, garantiu Huve. O prefeito de Arroio do Meio, Sidnei Eckert, lembrou que, um dos primeiros atos de sua administração, foi procurar a Afubra para firmar a parceria com o Verde é Vida. “Na vida, temos sonhos. Ou procuramos fazer algo diferente ou não. Pode dar certo, ou não. E, na comunidade de Linha Forqueta, está dando certo. O Caminhos da Forqueta é um sonho antigo da localidade, do município, que ressurgiu e caminha”, disse o Prefeito, ao enfatizar que “procuramos ver o interior e estimular o jovem a ter contato com o seu meio”.

Prefeito de Arroio do Meio, Sidnei Eckert (crédito: Luciana Jost Radtke/Afubra)

A palestra do Seminário foi realizada pelo engenheiro agrônomo Nilo Kern Cortez, sob o título “Jovem Rural, um novo estilo de vida”. Segundo Cortez, existem, hoje, duas definições para a família rural: o jovem rural e o jovem rural urbano. O primeiro vive e trabalha no meio rural. O segundo vive na propriedade e estuda fora; ou vive na propriedade, estuda e trabalha fora; ou vive na propriedade e trabalha fora; ou vive fora e volta aos fins de semana. “Segundo dados do IBGE, de 2000 a 2010, 835 mil pessoas saíram do campo. Precisamos mudar isso”, disse o engenheiro agrônomo. Para ele, a educação tem papel fundamental. “Precisamos de formação de professores vinculada ao meio rural, escolas com pedagogia da alternância, programas de empreendedorismo, possibilidades de intercâmbios e inserção do jovem rural ao mundo dos computadores, da comunicação, da modernidade”, finaliza Cortez.

Engenheiro agrônomo Nilo Kern Cortez (crédito: Luciana Jost Radtke/Afubra)

Na parte da tarde, possíveis ações voltadas à Educação Rural foram debatidas e foi redigida a Carta de Intenções. Nesta, destacam-se: aprofundar o conhecimento da realidade do aluno e considerá-la no processo ensino-aprendizagem; envolver a comunidade com a escola; intensificar a formação docente; fortalecer parcerias; proporcionar oficinas de empreendedorismo.

 

REVISTA VERDE É VIDA
Durante o Seminário de Educação Regional também foi entregue a sexta edição da Revista Verde é Vida. Criada para divulgar os trabalhos realizados pelas escolas parceiras, nesta edição, a novidade são textos que mostram três municípios produtores de tabaco e parceiros do Projeto.

 
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra


Professores debatem educação rural em Arroio do Tigre

O Seminário Regional de Educação Rural, ocorrido na quarta-feira, 27, no salão paroquial de Arroio do Tigre, reuniu cerca de 100 professores de 12 escolas parceiras dos municípios de Arroio do Tigre, Lagoão, Passa Sete e Sobradinho. Numa promoção do Projeto Verde é Vida, programa de ação socioambiental da Afubra, no tocante à Educação Rural, o objetivo dos seminários – que ocorrem nas 14 Regiões de Atuação – é redigir uma Carta de Intenções que irá nortear os trabalhos do Projeto.

Pela Afubra, o gerente das filiais de Sobradinho e Arroio do Tigre, João Paulo Porcher, enfatizou a importância do papel dos professores para mostrarem os valores do meio rural, visando a permanência do jovem no campo. “Precisamos manter nosso jovem no meio rural para evitar o inchaço do meio urbano”, disse o gerente. A secretária de Educação de Arroio do Tigre, Denise Bernardy Pedroso, agradeceu a parceria com a Afubra.
]
A palestra do Seminário foi realizada pela extensionista da Emater de Segredo, Lisandra Mergen. Após a palestra, os professores relataram suas experiências com a Educação Rural em seus municípios. Na parte da tarde, possíveis ações voltadas à Educação Rural foram debatidas e foi redigida a Carta de Intenções.

REVISTA VERDE É VIDA
Durante o Seminário de Educação Regional também foi entregue a sexta edição da Revista Verde é Vida. Criada para divulgar os trabalhos realizados pelas escolas parceiras, nesta edição, a novidade são textos que mostram três municípios produtores de tabaco e parceiros do Projeto.

 
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra