Professores debatem educação rural em Guamiranga

Cerca de 50 professores de 12 escolas dos municípios de Guamiranga, Imbituva, Ipiranga e Prudentópolis, reuniram-se na quarta-feira (10), no Centro de Treinamento de Agricultores, em Guamiranga/PR, para o Seminário Regional de Educação Rural, da Região de Atuação Imbituva, do Projeto Verde é Vida, da Afubra. O objetivo dos seminários – que ocorrerão em todas as RAs do Projeto, nos três estados do Sul do Brasil – é redigir uma Carta de Intenções que irá nortear os trabalhos do Projeto Verde é Vida, programa de ação socioambiental da Afubra, no tocante à Educação Rural.

A abertura do encontro foi realizado pelo vice-prefeito de Guamiranga, Miguel Pontarolo, que agradeceu a iniciativa da Afubra, afirmando que “quisera em nosso tempo ter empresas e entidades realizando trabalhos como esse, que buscam unir o ambiental com o econômico, desde a base da formação, as escolas”.

A palestra do Seminário foi realizada pelo engenheiro florestal Antônio César Remes, professor no Colégio Florestal Presidente Costa e Silva, de Irati. Ele abordou a questão da Educação no Campo. Na parte da tarde, possíveis ações voltadas à Educação Rural foram debatidas e foi redigida a Carta de Intenções. Nesta, destacam-se: maior envolvimento dos pais nos projetos da escola; capacitação dos professores; parceria da comunidade; conscientização ambiental para os pais; parceria dos professores; parceria dos órgãos públicos.

REVISTA VERDE É VIDA
Durante o Seminário de Educação Regional também foi entregue a sexta edição da Revista Verde é Vida. Criada para divulgar os trabalhos realizados pelas escolas parceiras, nesta edição, a novidade são textos que mostram três municípios produtores de tabaco e parceiros do Projeto.

 
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra


Encontro de Negócios em Camaquã

A filial da Afubra de Camaquã realizou no dia 27 de ahosto, na sede da Associação Comercial e Industrial, o seu 26º Encontro de Negócios Afubra/Parceiros/Fornecedores/Produtores. O foco foram as culturas do arroz e soja. Os temas abordados foram o manejo de plantas daninhas no arros e soja com o engenheiro agrônomo André Andres e manejo de doenças no arroz com o engenheiro agrônomo Cley Donizeti Martins Nunes, ambos pesquisadores da Embrapa Clima Temperado.

Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra


Professores debatem educação rural em Atalanta

Cerca de 60 professores de 23 escolas dos municípios de Agrolândia, Agronômica, Atalanta, Ituporanga, Petrolândia e Rio do Sul, reuniram-se na sexta-feira, dia 12, no Parque de Exposições Prefeito Virgílio Scheller, em Atalanta/SC, para o Seminário Regional de Educação Rural, da Região de Atuação Rio do Sul e Ituporanga, do Projeto Verde é Vida, da Afubra. O objetivo dos seminários – que ocorrerão em todas as RAs do Projeto, nos três estados do Sul do Brasil – é redigir uma Carta de Intenções que irá nortear os trabalhos do Projeto Verde é Vida, programa de ação socioambiental da Afubra, no tocante à Educação Rural.

A abertura do encontro foi realizada pela gerente da filial da Afubra de Rio do Sul, Armelita de Pin Laux, que destacou a importância dos professores no Projeto. “Sem os professores, não conseguiríamos fazer os trabalhos darem certo nos municípios”, disse a gerente. O vice-prefeito de Atalanta, Tarcísio Edegar Hillesheim, enfatizou que, para Atalanta, é importante participar do Projeto Verde é Vida, já que o município conta com o Parque Mata Atlântica. A palestra do Seminário foi realizada por Leonir Claudino Lanznaster, sobre a Educação Ambiental Rural e o Trabalho com os Jovens.

Na parte da tarde, possíveis ações voltadas à Educação Rural foram debatidas e foi redigida a Carta de Intenções. Nesta, destacam-se: conhecer a comunidade; buscar parcerias; capacitação dos professores; permanência das escolas rurais; criação de oficinas.

REVISTA VERDE É VIDA
Durante o Seminário de Educação Regional também foi entregue a sexta edição da Revista Verde é Vida. Criada para divulgar os trabalhos realizados pelas escolas parceiras, nesta edição, a novidade são textos que mostram três municípios produtores de tabaco e parceiros do Projeto.

 
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra


Programa da Afubra, dia 13 de setembro de 2014

No programa deste sábado, o presidente Benício Albano Werner comenta a partir de que momento o produtor de tabaco, que inscreveu sua lavoura no Departamento de Mutualidade da Afubra, passa a contar com a cobertura sobre os prejuízos causados pelo granizo. Também recomenda que o produtor faça logo sua inscrição, já que o pagamento, salvo se pago à vista, o que garante descontos, somente ocorre durante o período de comercialização.

Em outro aparte, o dirigente lembra os produtores para não cortar ou comprar lenha oriunda de florestas nativas para secagem da produção. O insumo, que recai preferencialmente pelo eucalipto, deve vir de florestas exóticas florestadas e/ou reflorestadas.

Programa 13-09-2014 parte 1

Programa 13-09-2014 parte 2

 

Produção e edição:
Elpídio Jair Iser,
Departamento Comunicação Afubra


Seminário sobre Educação Rural reúne professores em Água Doce

O Centro de Convivência de Água Doce/SC sediou ontem (11) o Seminário de Educação Rural da Região de Atuação Herval d’Oeste, do Projeto Verde é Vida, programa de ação socioambiental da Afubra. Os professores de escolas parceiras dos municípios de Água Doce, Joaçaba, Treze Tílias e Capinzal, estiveram reunidos para debater e redigir uma Carta de Intenções que irá nortear os trabalhos do Projeto Verde é Vida.

O encontro teve a participação do prefeito de Água Doce, Noveli Sgonzerla, e da secretária de Educação, Juciana Araújo Soares, que destacou a importância do seminário para a formação do aluno e, em especial, para os alunos do meio rural. O gerente da filial da Afubra de Hervel d’Oeste, José Carlos Kuchler, enfatizou a importância da parceria com os municípios e escolas.

Ainda na parte da manhã, o palestrante Leonardo de Ataíde, do Senar, tendo como tema “A educação como fator de transformação”, falou sobre a importância do educador como transformador na formação do aluno do meio rural.

Na parte da tarde, possíveis ações voltadas à Educação Rural foram debatidas e foi redigida a Carta de Intenções. Nesta, destacam-se: envolver a comunidade e pais no projeto da escola; fortalecer a formação continuada para os professores com motivação e comprometimento de acordo com o projeto desenvolvido pela escola; fortalecer a interação entre campo e cidade; incentivo a pesquisa científica.

REVISTA VERDE É VIDA
Durante o Seminário de Educação Regional também foi entregue a sexta edição da Revista Verde é Vida. Criada para divulgar os trabalhos realizados pelas escolas parceiras, nesta edição, a novidade são textos que mostram três municípios produtores de tabaco e parceiros do Projeto.

 
Luciana Jost Radtke
Departamento de Comunicação Afubra