Verde é Vida realiza reuniões em setembro

29, agosto de 2017

O mês de setembro será agitado para as escolas parceiras do Projeto Verde é Vida, da Afubra. Na parte da manhã será realizada a segunda fase da Etapa Regional da Mostra Científica, onde os alunos apresentarão seus trabalhos e será escolhida a pesquisa científica que irá representar cada Região de Atuação na 18ª Expoagro Afubra – 20 a 22 de março de 2018. Os trabalhos serão avaliados por pessoas da comunidade.

Outro momento importante do dia será o Encontro Regional de Grupos Ambientais. Os GAs farão relatos de experiências e trocarão informações sobre atividades desenvolvidas nas suas escolas e comunidades. “Será uma oportunidade de integração e informação. Ao mesmo tempo, queremos destacar a importância dos GAs nos trabalhos que a escola desenvolve”, explica o professor José Leon Macedo Fernandes, coordenador pedagógico do Projeto Verde é Vida.

Na parte da tarde, a Gincana Cooperativa deverá animar alunos e professores em diversas atividades preparadas pela equipe do Verde é Vida. Também ainda serão repassadas orientações e informações aos professores, premiação e entrega da nona edição da Revista Verde é Vida.

 

ENCONTROS

01/09   - RA Santa Cruz do Sul, em Rio Pardo

12/09   - RA Araranguá, em Meleiro

12/09   - RA Cachoeira do Sul e Candelária, em Cachoeira do Sul

13/09   - RA Sobradinho e Arroio do Tigre, em Arroio do Tigre

13/09   - RA Tubarão e Braço do Norte, em Gravatal

14/09   - RA Venâncio Aires, em Sério

14/09   - RA Rio do Sul e Ituporanga, em Rio do Sul

15/09   - RA Rio Negro e Mafra, em Mafra

18/09   - RA Imbituva e Irati, em Teixeira Soares

20/09   - RA Herval d’Oeste, em Herval d’Oeste

21/09   - RA São Miguel d’Oeste, em São Miguel d’Oeste

26/09   - RA Camaquã, em Chuvisca

27/09   - RA São Lourenço do Sul e Canguçu, em São Lourenço do Sul

 

PESQUISAS CIENTÍFICAS:

RA Araranguá - Projeto Saúde e Microrganismo e saúde, da escola Inez Tonelli Napoli, de Meleiro; e, da escola Arizona, de Pinheiro Machado, as pesquisas Vegetação nativa e exótica; Reciclagem de papel; e Banana orgânica.

RA Camaquã - Relógio biológico dos chás, da escola Catulino Pereira da Rosa, de Dom Feliciano; Agricultura Orgânica, da escola São João Batista, de Dom Feliciano; Alimentação saudável a partir de bons hábitos na escola, da escola Padre Vieira, de Dom Feliciano; Cultivo de uvas, da escola Alfredo Jacosen, de Camaquã; Horta suspensa, da escola Antonio Curi, de Cristal.

RA Cachoeira do Sul e Candelária - Carvão Vegetal, da escola Taufick Germano, de Cachoeira do Sul; Soro do Leite, da escola Percílio Joaquim da Silveira, de Candelária; Uso do EPI durante a aplicação de agrotóxicos na lavoura, da escola São Paulo, de Candelária; Meio Rural: espaço de produção de alimentação saudável, da escola Carlos Altermann, de Paraíso do Sul; e A influência da lua no ecossistema, da escola Carlos Altermann, de Paraíso do Sul.

RA Herval d’Oeste - Alimentação Consciente e Saudável, Desperdício Zero, da Escola Frei Silvano de Água Doce; Copos Plásticos, um vilão do meio ambiente, da Escola Ivo Silveira, de Capinzal; Ensinando a fazer compostagem, da Escola São José, de Herval d’Oeste; Alimentação: arte de comer bem, da Escola Ernesto Hachmann, de Capinzal; Hábitos Alimentares, da Escola São Francisco, de Luzerna; Homeopatia para uma vida saudável, da Escola Rotary Fritz Lucht, de Joaçaba; Reaproveitando o óleo de cozinha na produção de sabão, da Escola Ivo Silveira, de Capinzal.

RA Imbituva e Irati - Horta escolar, da Escola Municipal do Campo Rosa Ogg, de Prudentópolis; Plantio de bracatinga e suas várias utilidades, da Escola Municipal do Campo de Tijuco Preto, de Prudentópolis; A babosa, da Escola Rural Municipal de Mato Branco de Baixo, de Imbituva; O poder da maçanilha, da Escola Rural Municipal de Barro Preto, de Imbituva; e Refugo também limpa, da Escola Municipal Padre Ladislau Maibuk, de Teixeira Soares.

RA Rio Negro e Mafra - Escola Sustentável, da escola Achiles Pazda, de Canoinhas; Solo Vivo, da escola Alberto Wardenski, de Canoinhas; Alimentação Sustentável, da escola José de Lima, de Rio Negro; Dessalinizador de água, da escola Virgílio Várzea, de Itaiópolis; Defensivo Agrícola Natural, da escola Santa Isabel, de Piên; e Horta Escolar e seu potencial, da escola Evaldo Steidel, de Mafra.

RA Rio do Sul e Ituporanga - Mundo dos fungos e bactérias, da escola Perimbo, de Petrolândia; Papilha: destino correto, da escola Criança Esperança, de Petrolândia; Produção de cogumelos, da escola Adolfo Hedel, de Agrolândia; Da escola para a lixia, da escola Ribeirão Matilde, de Atalanta; e Turismo rural sustentável para o meio ambiente, da escola Pedro dos Santos, de Rio do Sul.

RA Santa Cruz do Sul - Erva-Mate, da escola Cardeal Leme, de Santa Cruz do Sul; Sementes Crioulas e Alimentação Saudável, da escola São João Batista, de Vale do Sol; Sustentabilidade e Economia: utilização da energia solar, da escola Felipe Becker, de Santa Cruz do Sul; Sustentabilidade e Saúde, da escola Carlos Boettcher Filho, de Sinimbu; Urina de vaca, um fertilizante natural, da escola Carlos Boettcher Filho, de Sinimbu.

RA São Lourenço do Sul e Canguçu - Criando Hábitos Saudáveis, da escola Heitor Soares Ribeiro, de Canguçu; Brincadeira de Antigamente, da escola Francisco Frömming, de São Lourenço do Sul; Nem Todo Lixo é LIXO!, da escola Germano Hubner, de São Lourenço do Sul; Memórias de Saberes Pomeranos, da escola Martinho Lutero, de São Lourenço do Sul; Em Busca de Uma Vida Saudável, da escola Heitor Soares Ribeiro, de Canguçu.

RA São Miguel d’Oeste - Forno solar, uma alternativa sustentável, da escola Padre José de Anchieta, de São Miguel d’Oeste; Composto de rejeitos, da escola Waldemar Antônio Von Dentz, de São Miguel d’Oeste; Escola sustentável, da escola de São José do Cedro; Água sanitária caseira feita com cinza, da escola de São José do Cedro; Adubador mecânico de tabaco, da Casa Familiar Rural de Iporã d’Oeste; e Sucessão Familiar, do Centro Integrado de Ensino Rural de Iporã d’Oeste.

RA Sobradinho e Arroio do Tigre - Silagem de Mandioca, da escola Arroio do Tigre, de Arroio do Tigre; Nogueira Pecã como alternativa de diversidade agrícola, da escola Balduíno Thomaz Brixner, de Arroio do Tigre; Piscicultura, criação e renda, da escola Ervino Alberto Guilherme Konrad, de Arroio do Tigre; O horto medicinal: relógio do corpo humano, da escola Jacob Dickel, de Arroio do Tigre; Papel Reciclado, do lixo para o luxo, da escola Dr. Adolpho Sebastiany, de Sobradinho.

RA Tubarão e Braço do Norte - Caracois, da escola Professora Naide Guedert Teixeira, de Gravatal; Segurança Alimentar, da escola José Cardoso de Aguiar, de Gravatal; Quem planta, colhe, da escola Geraldina Maria Tavares, de Gravatal; Horta Escolar, da escola Atílio Guisi, de Braço do Norte; e Um olhar sobre o lixo, da escola João Batista da Silva, de Braço do Norte.

RA Venâncio Aires - Missão Reduzir, da escola Adélia Corbelini, de Sério; Um tesouro no quintal, da escola Adélia Corbelini; Horta sustentável, da escola Dom Pedro II; Arte da alimentação saudável, da escola Marino da Silva Gravina, de Boqueirão do Leão; Plantas não convencionais como alternativa na alimentação, da escola Adolfo Mânica, de Boqueirão do Leão.

 

 

Jorn. Luciana Jost Radtke

Tags: Verde é Vida, Gincana, Grupos Ambientais, Pesquisa Científica, Expoagro Afubra

COMPARTILHAR:

Top