21 de março de 2017Terça-feira

9h – Solenidade de abertura.

13h30min Palestra: Agricultura Sintrópica - José Fernando dos Santos Rebello, biólogo e engenheiro agrônomo, Agenda Gotsch;

Realização: Comitê Pardo / UNISC / AEAVARP; Local: Auditório.

13h30min Reunião da Cooperativa Celetro;

Realização: Celetro; Local: Sala de reunião da casa da administração.

14h30min - Lançamento de cultivar de Feijão BRS Intrépido;

Realização: Embrapa; Local: Casa da Embrapa.

15h30min – Lançamento do Programa Gaúcho para a Qualificação e Valorização da Erva-Mate;

Realização: Secretaria de Desenvolvimento Rural Pesca e Cooperativismo (SDR) e Emater/RS; Local: Auditório.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

 

22 de março de 2017Quarta-feira

8h - Dia do arroz

Irga:

  • Apresentação de tecnologias de manejo da cultura do arroz irrigado e da soja na várzea;
  • Projeto soja 6000;
  • Projeto 10;
  • Apresentação da nova cultivar de soja, BSIRGA 1642 IPRO;
  • Provarroz: Programa de Valorização do Arroz - esclarecimentos sobre os benefícios do consumo do arroz (estande do Irga)
  • Degustação arroz de leite e carreteiro;
  • Memorial Nacional do Arroz, exposição de máquinas e equipamentos antigos relacionados à lavoura arrozeira.

8h30min - 10º Seminário Regional de Turismo Rural

Palestra: Aspectos legais aplicados ao turismo no meio rural - Fernanda Costa da Silva, Turismóloga da Emater/RS;

Realização: Aturvarp, Emater/RS-Ascar e Afubra; Local: Auditório.

11h - Solenidade de repasse do prêmio financeiro às escolas parceiras do Programa de Coleta de Óleo Saturado da Afubra (exercício 2016);

Realização: Projeto Verde é Vida; Local: Auditório.

13h30min – Palestra: Tendências do Agronegócio Mundial e Brasileiro em 2017 e os Cenários de Longo Prazos – Carlos Cogo, Consultoria em Agribusiness;

Realização: Sicredi; Local: Auditório.

15h - 9º Fórum de Diversificação e Atividades Rurais;

  • Florestas: uma atividade agrícola rentável - Jorge Antônio Heineck, diretor executivo da Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor); 
  • Atividade florestal no Vale do Rio Pardo: oportunidade de desenvolvimento regional, diversificação, geração de emprego e renda - Jorge Antônio de Farias, professor e coordenador do Centro de Pesquisas Florestais da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Realização: Corede Vale do Rio Pardo, Unisc e Afubra; Local: Auditório.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

23 de março de 2017Quinta-feira

 9h - Reunião da Regional nove da Farsul; 

Local: Estande da Farsul/Senar.

10h – Reunião da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Erva-mate no RS (CSEM/RS);

 Local: Sala de reunião da casa da administração.

10h – Audiência Pública;

Debate: Preço e classificação do tabaco;

Realização: Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo; Local: Auditório.

10h30min - Assembleia da Cooperativa de Habitação e Prestação de Serviços;

Local: Estande da Farsul/Senar.

12h – Premiação do concurso Afubra/Nimeq de Inovação Tecnológica em Máquinas Agrícolas para Agricultura Familiar;

Categoria: Empresa/Inventor; 

Realização: Núcleo de Inovação em Máquinas e Equipamentos Agrícolas da Universidade Federal de Pelotas (Nimeq/Ufpel), Afubra, Unisc, Embrapa e Emater/RS Ascar; Local: Casa da administração.

13h30min – Seminário – Políticas Públicas da Erva- Mate;

Coordenação: Engº Florestal - Roberto Magnos Ferron, Diretor Executivo do Ibramate;

  • Ibramate 4 anos - Engº Agrº Valdir Pedro Zonin, Presidente do Ibramate;
  • Ações 2017 do Fundomate - Engº Agrº Tiago Fick, Secretário Executivo do Fundomate;
  • Divulgação do Chimarrão - Pedro Schwengber, Diretor da Escola do Chimarrão;
  • Organizações Setoriais - SINDIMATE, ASPEMVA;
  • Programa Estadual de Melhoria da Qualidade da Erva-Mate – Engº Florestal Antonio Borba, Emater-RS/Ascar;
  • Frente Parlamentar RS da Erva-Mate - Deputado Elton Weber, Presidente FPEM;
  • PL 4137 – Política Nacional da Erva-Mate - Deputado Afonso Hamm, proponente.

Realização: Ibramate; Local: Auditório.

14hReunião da Comissão Estadual de Produção Integrada do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;

Local: Sala de reunião da casa da administração.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

demais atrações diárias (8h às 18h):

  • Venda e exposição de animais da raça Holandesa;
  • Venda, exposição e julgamento de animais da raça Jersey;
  • Venda, exposição e julgamento da raça Gir Leiteiro;
  • Venda e exposição de ovinos;
  • Venda, mostra e julgamento de aves exóticas, ornamentais, postura e corte;
  • Biodigestor: produção de biogás a partir dejetos de bovinos;
  • Adestramento de cães para pastoreio em rebanho de ovinos - Senar.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

  • Prêmio Afubra/Nimeq de Inovação Tecnológica em Máquinas Agrícolas para Agricultura Familiar;
  • Demonstração de tratores, plantadeiras, cultivadores, pulverizadores, ensiladeiras, etc.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

  • Mostra Cultural: a floresta e a sua contribuição para o desenvolvimento sustentável;
  • 8ª Mostra Científica Sul-Brasileira do Verde é Vida;
  • Apresentações artísticas;
  • Institucional Verde é Vida;
  • Mutualidade da Afubra;
  • Ervateira.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

EMBRAPA

Unidades participantes:

Embrapa Clima Temperado

Embrapa Uva e Vinho

Embrapa Pecuária Sul

Embrapa Trigo

Embrapa Gado de Leite

Embrapa Milho e Sorgo

SPM Capão do Leão

Embrapa Hortaliças

 

O espaço da Embrapa na Expoagro Afubra 2017, irá contar com oito espaços temáticos, organizados para divulgar tecnologias e inovações para a agricultura familiar. Os espaços contarão com unidades demonstrativas das tecnologias e técnicos da Embrapa e da Emater, dispostos a atender o público visitante. Além das unidades demonstrativas, terá a Casa da Embrapa: um espaço institucional onde o público poderá acessar informações sobre pesquisas e inovações tecnológicas para a agricultura.

Apicultura

  • Importância e manejo das abelhas na polinização de frutas, hortaliças e forrageiras;
  • Principais causas do desaparecimento das abelhas;
  • Colmeias de abelhas para demonstração.

Agroenergia

  • Cultivares de cana-de-açúcar recomendadas para o RS;
  • Orientações para o sistema de cultivo de cana-de-açúcar e agregação de valor.

Avicultura colonial

  • Tecnologias para sistema de produção de aves de corte e de postura;
  • Aves poedeiras BRS 051;
  • Alimentos alternativos para produção de carne e ovos;
  • Mostra de equipamentos para classificação de ovos e abate de frangos, com serviço de inspeção municipal, junto ao aviário modelo.

Bovinocultura de leite

  • Áreas demonstrativas de forrageiras anuais e perenes, entre elas: Capim Sudão BRS Estribo, Cornichão URSBRS Posteiro, Trevo Branco BRSURS Entevero, Sorgo BRS 332, Sorgo BRS 3046, Sorgo Silageiro BRS 658, Milheto BRS 1503, Soja BRS 6203RR, Milho BRS Missões e BRS Planalto, Capim Elefante anão BRS  Kurumi, Capim elefante para silagem BRS Capiaçu,  Panicuns  BRS Zuri, BRS Tamani e  BRS Quênia, Mombaça,  Tifton 85, Jiggs, Hemártria e Missioneira Gigante;
  • Consorciação de gramíneas e leguminosas;
  • Orientações sobre planejamento forrageiro e manejo de pastejo;
  • Orientações sobre bem-estar animal e qualidade do leite;
  • Apresentação de novilhas da raça Jersey;
  • Apresentação de cultivares de milho e sorgo indicadas para produção de silagem.

Fruticultura

  • Sistema Agroflorestal: instalação e manejo dos SAF's;
  • Apresentação de tecnologias através de unidade demonstrativa para produção orgânica de alimentos através de um Quintal Orgânico de Frutas;
  • Apresentação de tecnologias para sistema de produção de uvas para suco BRS Magma, BRS Violeta, BRS Carmem e Isabel Precoce;
  • Apresentação de tecnologias para sistema de produção de uvas para mesa BRS Núbia, BRS Vitória, Itália, Benikata, Niágara rosada;
  • Orientações sobre práticas de manejo de implantação, enxertia e poda de formação em vinhedo;
  • Produção de morangos fora de solo;
  • Apresentação de novas cultivares de pêssego de mesa BRS Kampai, BRS Fascínio, BRS Regalo, BRS Rubimel e BRS Mandinho;
  • Apresentação de novas cultivares de maracujás BRS Rubi do Cerrado , BRS Pérola do Cerrado, BRS Gigante Amarelo, BRS Mel do Cerrado e BRS Sol do Cerrado.

Segurança Alimentar

  • Lançamento de cultivar de feijão BRS Intrépido e apresentação de cultivar de feijão BRS Paisano. Ambos feijões pretos, sendo o BRS Paisano é indicado para cultivo agroecológico;
  • Apresentação de novas cultivares de pimentas, tomates e outras hortaliças, e batata-doce como alternativas de diversificação, segurança alimentar e nutricional para os sistemas de produção familiares;
  • Divulgação de práticas agroecológicas na produção de alimentos.

Tema: A energia do campo: agricultura familiar e sustentabilidade.

O espaço da Emater na Expoagro Afubra 2017, irá contar com 17 espaços temáticos, preparados para difundir as ideias e práticas aos produtores rurais. Com o tema A energia do campo: agricultura familiar e sustentabilidade, a Emater tem como objetivo trazer tecnologias alternativas, como o uso da energia solar em diversos espaços de produção e do sistema agroflorestal, envolvendo renda, preservação e consciência ambiental.

Agroindústria familiar

  • Presença no pavilhão da agroindústria familiar, no espaço institucional, juntamente com a Secretaria de Desenvolvimento Rural Pesca e Cooperativismo do RS;
  • Trabalhará a importância da agroindústria familiar, como uma atividade geradora de renda e fixadora da mão de obra no campo, tendo como público-alvo, o jovem rural;
  • Disponibilizará informações sobre a legalização de agroindústrias.

Apicultura

  • Colmeia de vidro, com possibilidade de ver o trabalho das abelhas;
  • Apresentação das espécies apícolas regulamentadas no RS.

Avicultura colonial

  • Serão apresentadas as aves poedeiras BRS 051;
  • Alternativas no manejo produtivo das aves;
  • Alimentos alternativos para produção de carne e ovos;
  • Mostra de equipamentos para classificação de ovos e abate de frangos, com serviço de inspeção municipal, junto ao aviário modelo.

Artesanato rural e turismo rural

  • Exposição e comercialização de artesanatos rurais;
  • Apresentação da Rota Turística, como alternativa de geração de renda e diversificação nas propriedades rurais.

Bovinocultura de leite

Planejamento forrageiro

  • Áreas demonstrativas na parcela do leite, com destaque às pastagens perenes de Tifton 85, Jiggs, Hemártria e Missioneira Gigante;
  • Demonstrações de ponto ideal de pastejo, dimensionamento de piquetes e o processo de multiplicação por mudas.

Silagem

  • Compactação da Silagem: demonstrações em miniaturas de silos com diferentes compactações, mostrando a importância da compactação para garantia da qualidade e diminuição de perdas da silagem;
  • Ponto ideal de colheita: avaliação do ponto ideal do milho conforme a umidade, realizando o corte com o máximo rendimento e qualidade da silagem;
  • Tamanho ideal de partículas: demonstração do tamanho ideal, usando peneiras através do método Penn State. Garante melhor compactação da silagem e melhora aspectos nutricionais.

Qualidade do leite

  • Higiene de ordenha e equipamentos: procedimentos corretos de higiene e manejo de ordenha;
  • Contagem de células somáticas: formas de detecção e prevenção;
  • Sala de ordenha: vantagens e dicas para a construção da sala de ordenha.

Criação de terneira

  • Manejo da criação: alimentação e o manejo correto na criação das terneiras;
  • Criação coletiva de terneiras: apresentação do manejo coletivo dos animais que proporciona a interação entre indivíduos e o aprendizado de hábitos de consumo. Auxiliam no consumo precoce de ração e feno.

Cozinha didática

Oficinas culinárias (horários: 9h, 11h, 13h30min e 14h30min);

  • Desenvolvimento de receitas, usando como ingredientes principais hortaliças, frutas e grãos;
  • Degustação das receitas entre os participantes.

Energia fotovoltaica

  • Utilização da geração de energia fotovoltaica, como alternativa sustentável, econômica e ambiental;
  • Sistema de irrigação por gotejamento em olerícolas, com sistema conectado à energia da concessionária, através de recalque de água de cisterna para caixa de água de distribuição;
  • Cercas elétricas para ovinos e bovinos em sistema autônomo.

Fruticultura

  • Sistema Agroflorestal (SAF): implantação e manejo dos SAF's;
  • Produção de frutas como alternativa sustentável para diversificação de renda, e produção de alimentos saudáveis para o consumo familiar;
  • Sistema de produção: cuidados do solo, plantas de cobertura para adubação verde, adubação orgânica e química;
  • Manejo de pomares: podas, raleios e adubações;
  • Manejo integrado de pragas e doenças: monitoramento para tomada de decisão e controle de pragas e doenças.

Oficina de processamento de carnes

  • Apresentação de cortes de carne bovina, suína e ovina;
  • Degustação.

Ovinocultura

  • Integração de ovinos com fruticultura;
  • Energia fotovoltaica com a utilização em cerca elétrica, para ovinos e as diversas utilizações;
  • Raças ovinas do RS: qualidades e potencialidades;
  • Importância da seleção ovina, mercado de lã e classificação.

Piscicultura

  • Demonstrações práticas de avaliação da qualidade da água (cor, transparência, temperatura e Ph), adubação e correção da água;
  • Introdução de alevinos nos viveiros;
  • Transporte e alimentação dos peixes;
  • Oficinas de processamento de pescado, com orientações sobre abate, escamação, evisceração, cortes. Receitas à base de pescado e degustações entre os participantes;
  • Apresentação racional de despesca, com ênfase em redes de piscicultura, equipamentos, realização do arrasto e identificação de espécies (diariamente, às 15h30min);
  • Experimento em aquaponia, tratando a produção de pescado associado à produção de vegetais, com o aproveitamento correto dos resíduos gerados pela produção de peixes, em solução nutritiva para produção orgânica de vegetais. Ainda, avaliação da produção de carpas em policultivo para a elaboração de filés;
  • Defumador móvel.

Saneamento ambiental

  • Embelezamento da propriedade através da gestão de resíduos e efluentes;
  • Utilização de materiais recicláveis, como pneus e garrafas pet.                                                                                                                            

Secagem e armazenagem

  • Informações sobre o processo;
  • Apresentação do modelo de silo secador que utiliza ar natural e ar quente para secagem;
  • Apresentação de equipamentos utilizados antes do processo de secagem e armazenagem.

Segurança Alimentar

  • Cultura do morango produzida em substrato (semi-hidroponico) em estufas abertas, com a interação da parcela de energias renováveis. Mostra da utilização da energia fotovoltaica para a irrigação da cultura;
  • Utilização de sistemas de irrigação/fertirrigação e automação do sistema;
  • Tutoramento de culturas como tomate e pepino;
  • Diversificação de culturas da propriedade, com potencial econômico.

Solos

  • Plantas de cobertura;
  • Descompactação de solo.

Cooperativismo e associativismo

  • Mostra dos produtos das cooperativas regionais;
  • Orientações sobre cooperativismo e associativismo.

Classificação e certificação

  • Mostra de produtos classificados pela UCL da Emater.

Gestão sustentável

  • Apresentação do Programa Estadual de Gestão Sustentável;
  • Mostra de resultados.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

  • Venda e exposição de alimentos, plantas ornamentais e artesanato produzidos e beneficiados pela agricultura familiar.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

  • Apresentação do programa de coleta de óleo saturado e demonstração do processo de reciclagem;
  • Apresentação de sistemas de compostagem e projetos de pesquisa da Unisc.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

  • Comercialização de mudas florestais nativas e exóticas;
  • Comercialização de mudas de batata doce, Capim BRS Kurumi e Capim BRS Capiaçu;
  • Atendimento a assuntos relacionados a área florestal.

HORTA

  • Demonstração de técnicas alternativas no cultivo de hortaliças;
  • Demonstração de cultivos protegidos de hortaliças;
  • Captação de água e sistema de irrigação;
  • Compostagem.

Obs.: Esta programação poderá ser alterada, por qualquer eventualidade.

Top